Voltei ao passado, voltei
Me senti sozinha, aflita, pensei
Pensei, minha cabeça parecia aguá fervente
Bolhas, bolhas e pensamentos se chocando
Como um acidente em uma rodovia em trânsito
Me afoguei neles, afoguei
Fui ao fundo do poço e voltei
Ri, chorei, gritei, dancei, pulei
Fumei, bebi, transei, quebrei tudo
Corri, corri atrás do que estava me fazendo bem
Não achei, acordei, era um pesadelo, ufa
Ri sozinha, minha risada fez eco no escuro do quarto vazio
A risada se misturou com o som do ventilador
Dormir, acordei, te procurei, sumiu!
Chorei, me descabelei
Abracei o travesseiro, seu cheiro ainda está nele
Qual o sentido disso tudo?
Nada de pressa né?! Tudo acontece quando tiver que ser
Sempre acabo voltando pro mesmo lugar
sempre volto pra debaixo das tuas asas

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: