Veja o sol dessa manhã tão cinza.

Um dia nublado, estava eu em uma casa no meio de uma mata. Enquanto admirava as nuvens cinzas, se ouvia o canto dos pássaros ao fundo, coisa que não se ouve muito em cidade grande. De vez em quando o sol aparecia, mais logo as nuvens o cobria. Do nada o tempo mudou, em vez dos cantos dos pássaros se ouvia os trovões, e o vento levava as folhas para longe, naquele momento eu senti vontade de ser uma daquelas folhas e voar para longe, sem um rumo certo.

A cada trovejada eu sentia um tremor dentro de mim, acho que seria os meus sentimentos querendo sair de lá, mais como eu me tornara fria, não deixava sair nenhum sorriso se quer. Em quanto estava sentada, vendo a tempestade que se aproximara, avistei uma morena na cancela da fazenda. Ela tinha um sorriso lindo, e belos cabelos, ela se aproximou de mim, perguntando o que eu fazia ali fora.

-Vá para dentro se esconder dessa tempestade que está vindo.

Eu fiquei a olhando com uma cara de ponto de interrogação, então perguntei:

-E você não tem medo de ficar aqui fora também?

Ela não me respondeu, apenas me abraçou e como se fosse um sonho desapareceu, logo me dei conta de que aquilo realmente não passou de um sonho.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: