Qualquer merda escrita na última segunda-feira de 2013.

Vamos tentar, pela milésima vez.
Vamos tentar, como colocar no papel tudo que sentimos.
Como não morrer diante de tantas armas.
Como não enlouquecer com essa camisa de forças.
Tentaremos de novo.
Ok.
Perdi o jeito de escrever.
Tenha paciência comigo.
Minha inspiração se foi, junto com aquela menina meiga.
A bailarina dançou até estourar suas sapatilhas.
E morreu, morreu.
Suas palavras me fizeram desaparecer.
Desapareci.
Apareci.
E aqui estou, sem rumo…
Como essa merda aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: