Choros.
Pedidos de socorro.
Ninguém me escuta.
“Não aguento mais, não aguento mais.” – Eu grito.
Cadê? Alguém ouviu? Não.
Não consigo me sentir a vontade aqui.
Meu lar foi destruído.
Destruído pelo moço mal.
Ele está cego, ele sempre foi cego.
Meu medo aumenta, minha paranoia surge.
E meu lado medroso trabalha.
E eu fico pequena, porque o monstro é maior.
O medo é maior.
Você me ensinou a enfrentar meus medos. E aonde você está agora?
Por que diabos você não percebe que só falta você aqui?
Que só você pode fazer meu mundo voltar a sorrir.
Tenho que voltar pro mundo real.
Tenho que voltar a viver.
Me ajuda, me ajuda, nos ajude.
Fica, por favor, fica.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: