Bailarina e a lua.

Já era tarde, a bailarina ainda estava por ai, sem rumo, sem ter um destino certo, a lua era sua unica companhia. Ficavam se enamorando de longe, bailarina sentou em um canto e ficou admirando sua amada e baixinho implorava:

Me ajude, lua.
Me erga.
Me tire desse poço.
Dessa escuridão.
Me leve com você.
Me leve daqui.
Me leve embora.
Cuida de mim.
Cuida!
Por favor.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: