“Muita coisa ainda está por vir , muita coisa ainda vai mudar.”

Dias estranhos estão me rodeando, a rotina mudou, mas eu não mudei, continuo a mesma, a sem graça, a “cara de bunda”, engraçado né?! Eu sei. Ela me disse coisas que fizeram umas três milhões de borboletas flutuarem em meu estomago, só não entendo o motivo dela ter tanto medo de tentar, se a gente deixar de tentar algo, nunca vamos saber se isso iria dar certo, queria ter uma mágica pra tirar o medo dela, queria poder guardá-la dentro de uma caixinha e esconder de todos que possam machucar ela. Queria poder trazê-la pra  perto de mim, mas ainda acho que ela não sabe o quanto gosto dela, talvez perceba depois de ler as milhares de coisas que escrevo e cito ela, como isso aqui. Não sei se terei mais forças, para esperar o medo dela passar, como diz aquela música: “E se eu me interessar por alguém? E se ela, de repente, me ganha?” O que ela iria fazer? Tantas perguntas, nenhuma resposta… E isso termina do jeito que ela gosta.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: