Bagunçado.

Me sinto feliz, mas ainda sinto um vazio aqui dentro. Me diga, do que adianta estar feliz e sentir isso? Hum? Me diga, do que adianta? Tenho amigos, uma casa, problemas normais, mas ainda assim sinto um vazio. O que falta? Qual o motivo disso? Alguém me explica por favor. Acho que isso é a falta que ela me faz, acho que foi ela que deixou esse vazio, acho que a culpa é dela, por que amar alguém que não nos ama? Por que sofrer por isso? Chegou a hora de parar, acho que já passou da hora de parar. Chega, repete comigo…. C-h-e-g-a! Isso, chega desse sofrimento, minha felicidade só depende de mim, que coisa ridícula que estou escrevendo. Ficar escrevendo sobre sofrimento, ela, vazio.. Chega né?! Mas não consigo, sou daquela escritoras de merda, que só sabe falar sobre essas coisas, talvez chegue um dia que eu pare. Espera, o assunto do texto não era esse né?! Está vendo, nem sei falar sobre uma coisa só em um texto, na verdade é assim que estou, uma verdadeira bagunça, igual esse texto. Tudo está bagunçado agora, as coisas que ela deixou, meu quarto, minha vida, meu mundo, tudo bagunçado, como diz aquela música: “Chegou a hora de ser maior que as muralhas.” Lá vamos nós então, tentaremos, caro leitor, se você não entendeu merda nenhuma do que está aqui, me desculpe. Eu sou assim… Uma bagunça.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: